Destaques
200 Milhões de euros chegam às PME portuguesas

O Ministério da Economia, através da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), disponibilizou aos concorrentes da Linha de Financiamento a Fundos de Capital de Risco, os resultados da análise técnica das 25 candidaturas aceites a concurso (de um total inicial de 26) e respetiva proposta preliminar de atribuição de verbas.

Este concurso está inserido no Programa Capitalizar, que tem como objetivo o reforço das estruturas de capitais das empresas portuguesas, bem como, a melhoria das condições do financiamento das PME.

Este instrumento financeiro é dirigido ao cofinanciamento de Fundos de Capital de Risco com verbas de vários Programas Operacionais do Portugal 2020 (Programas Operacionais Regionais e COMPETE 2020), através do Fundo de Capital e Quase-Capital (FC&QC), gerido pela IFD.

O montante global a atribuir aos Fundos de Capital de Risco selecionados é de 98,3 milhões de euros. A estas verbas acresce o necessário coinvestimento privado dos candidatos, o que permitirá colocar à disposição das PME portuguesas, nas próximas semanas, cerca de 200 milhões de euros.

As candidaturas recebidas pela IFD foram consideradas de mérito muito elevado, tendo vários fundos concorrentes investimento privado estrangeiro no capital. Registou-se ainda, uma procura relevante por parte de fundos especializados em determinados setores, assim como alguns operadores de Capital de Risco associados a empresas (Corporate ventures).

 

Programa Capitalizar

Sendo um dos objetivos do Programa Capitalizar alargar a oferta de soluções de capitalização no mercado, é de destacar que vários concorrentes são novos operadores, o que permitirá aumentar a diversidade das fontes de financiamento atualmente disponíveis às PME.

A decisão de adjudicação final será tomada depois de decorrido o período de audiência prévia obrigatório, momento em que será tornada pública a lista de operadores selecionados.

Esta apresentação de resultados do concurso para Capitais de Risco vem no seguimento ao anúncio relativo ao concurso dirigido a Business Angels, em que foi proposta a atribuição de fundos num montante global de 18,3 milhões de euros.

O Ministério da Economia colocará assim, nas próximas semanas, como previsto nos programas Capitalizar e Startup Portugal, e em linha com iniciativas como o WebSummit, mais de 200 milhões de euros de capitais próprios à disposição dos empreendedores e empresas portuguesas.

 

Fonte: Governo de Portugal

28/10/2016 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020