23/11/2017
Bi-Silque Transformation

É este o nome do projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020 que visa revolucionar a automação, eficiência e sustentabilidade do processo produtivo desta empresa de cariz familiar fundada em 1979 vocacionada para a produção e venda de artigos de comunicação visual para casa e escritório. Está prevista a criação de 11 postos de trabalho.

23/11/2017
CIN quer criar uma das primeiras “fábricas inteligentes” do setor

Para tal contou com o cofinanciamento do COMPETE 2020 no âmbito do projeto CIN - Smart Factory for Innovative Coatings que visou implementar o conceito de "Fábrica Inteligente" na Nave Central desta empresa, recorrendo a métodos e tecnologias ligadas e controladas em rede, proporcionando elevados níveis de automação, eficiência, precisão e fiabilidade.

20/11/2017
P&R entering 4.0 industry dimension

A P&R Têxteis pretende implementar soluções que visem a melhoria e desmaterialização dos processos internos e que possibilitem simultaneamente otimizar as ferramentas de gestão, permitindo uma análise global dos principais indicadores de desempenho, potenciando uma maior eficiência ao nível da capacidade, do rigor e da rapidez da decisão estratégica. É o projeto que permitirá lançar as bases tecnológicas e organizacionais para a introdução de uma nova filosofia industrial e organizacional 4.0 na empresa.

17/11/2017
SM 4.0 – Smart Manufacturing

Este projeto contribui decisivamente para capacitar a Socem Inpact para a quarta revolução industrial que é caracterizada pela introdução de um conjunto de tecnologias digitais nos processos de produção, além da automatização de processos/produção.

16/11/2017
Projecto Exhaust2Energy quer converter calor dos gases de escape em eletricidade

“Pretendemos desenvolver um protótipo que possa ser adotado por empresas de automóveis e seus componentes, mas também a outros processos industriais onde existe desperdício de calor de alta temperatura, como é o caso da indústria cimenteira, cerâmica, têxtil e calçado, incineração de resíduos sólidos urbanos, entre outros”, comenta o coordenador Francisco Brito, numa entrevista ao COMPETE 2020.