Investigação portuguesa estuda os efeitos do consumo moderado de vinho na saúde

A Aveleda S.A. implementou um projeto de I&D, com o apoio do COMPETE 2020, que consiste no estudo da capacidade antioxidante dos seus vinhos, a que se seguirá o desenvolvimento de uma nova bebida à base de vinho, com atributos funcionais para a saúde.

 

1. Síntese

A Aveleda pretende proceder a um estudo de investigação científica que permita, no fim, desenvolver uma bebida natural e inovadora à base de vinho, com elevado poder antioxidante e características anti-inflamatórias, diferenciada pela presença de substâncias funcionais previamente identificadas e caracterizadas.

Para tal, está a implementar um projeto de I&D, cofinanciado pelo COMPETE 2020, que consiste no estudo da capacidade antioxidante dos vinhos Aveleda S.A., seguido pelo desenvolvimento desta nova bebida à base de vinho.

“A Investigação científica tem um papel muito importante para as empresas. No entanto, acarreta custos que por vezes são difíceis de enquadrar na atividade da empresa, sobretudo na fase inicial, onde há pouca visibilidade sobre o alcance do projeto”, declara Martim Guedes, Administrador da Aveleda, ao COMPETE 2020. 

O responsável esclarece que “o vale I&D dá um grande contributo nesta fase, ajudando as empresas a tomar a decisão de dar início aos projetos que se afiguram como tendo mais potencial nesta fase”. Acrescenta que “no caso da Aveleda S.A. foi decisivo para iniciar um percurso de estudo sobre os efeitos do consumo moderado de vinho na saúde, que será objeto de investigação por um longo período de tempo”.

Através deste projeto, a empresa espera desenvolver um novo produto, com características diferenciadoras da oferta vigente no mercado, permitindo assim criar uma vantagem competitiva face à concorrência.

 

2. Apoio do COMPETE 2020

Promovido pela Aveleda S.A., este projeto é cofinanciado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à I&DT e envolveu um investimento elegível de cerca de 20 mil euros, a que correspondeu um incentivo FEDER de aproximadamente 15 mil euros.

 

3. Descrição do projeto

3.1 Enquadramento

O Vinho é um alimento com conotações funcionais, com um papel de relevo na gastronomia e também na sociedade. A esta bebida são normalmente atribuídas características antioxidantes, promovidas pela presença natural de moléculas que apresentam esta capacidade a nível fisiológico. 

O objetivo deste projeto passou por poder aprofundar o perfil funcional dos Vinhos Aveleda, identificando o seu potencial antioxidante e relacionando este aspeto com as várias castas e processos de vinificação. 

Concluiu-se que o vinho tinto apresenta uma capacidade antioxidante muito mais elevada que o vinho branco, aspeto especialmente notável em algumas castas denominadas tintureiras. Seguidamente, tendo presente que a literatura indica que a grande maioria dos antioxidantes presentes no vinho, em especial no tinto, não são absorvidos pelo corpo após ingestão, foram desenvolvidas metodologias técnicas inovadoras que visavam o aumento desta absorção benéfica. 

Os testes, conduzidos em células intestinais, indicaram que a metodologia em desenvolvimento aumenta efetivamente a absorção, porém, de forma pouco significativa. 

Este aspeto poderá abrir a porta a novos pólos de desenvolvimento de metodologias de produção inovadoras no setor vinícola. 

Em suma, este projeto, cofinanciado pelo COMPETE 2020, permitiu catalogar os Vinhos Aveleda em termos químicos, projetando metodologias inovadoras de produção e contribuindo de forma importante para a atualização do estado-da-arte neste tema.

 

3.2 Atividades

1: Estudos preliminares e especificações técnicas 

> Estudo do estado-da-arte e pesquisa de benchmarking no campo dos alimentos funcionais;

2: Desenvolvimento 

> Caracterização laboratorial dos vinhos Aveleda SAe estudo in vitro das respetivas propriedades antioxidantes;

3: Scaling-up e desenvolvimento de protótipos 

Scaling-up da produção da bebida à base de vinho desenvolvida na atividade anterior e criação de protótipos.

4: Divulgação de resultados 

A propriedade intelectual gerada será protegida através de patente. Após esta proteção, os resultados serão divulgados para a comunidade científica através de artigo científico em revista internacional. Estão previstas participações em feiras para divulgação dos produtos. 

 

3.3 Resultados 

Através deste projeto, a Aveleda SA pretendeu aumentar o seu conhecimento científico sobre os seus vinhos, planear os desenvolvimentos que permitem criar produtos diferenciados e de maior valor acrescentado e abordar novos mercados-alvo. 

O conhecimento gerado no decorrer deste projeto consistirá na informação científica relativa às propriedades físico-químicas dos vinhos produzidos na Aveleda S.A. e do potencial existente para o desenvolvimento de novas bebidas funcionais com base vínica. 

De realçar que se trata de um projeto não só inovador para a empresa, como para todo o sector dos vinhos nacionais, pois não se conhece outro vinho que seja comercializado pelos benefícios funcionais que poderá oferecer aos seus consumidores. 

Ao produzir um vinho com características funcionais, a Aveleda poderá alargar o espectro de consumidores para novos nichos de mercado onde não tem, de momento, qualquer oferta vínica.

 

4. Links

Website

Facebook 

17/01/2017 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020