Notícias
FashionUP.pt

 

Enquadramento

Apesar de nos últimos anos os números económicos do sector do vestuário e moda estarem em crescendo e se apresentarem positivos, o CENIT - Centro de Inteligência Têxtil e a ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção entendem que existe ainda muito potencial para melhorar, mercados por desbravar e clientes para conquistar. Continua por isso a ser necessário apostar na internacionalização das empresas de vestuário e confeção, gerando para o efeito as condições necessárias para que os Agentes Económicos participem em ações internacionais de relevo, dando a conhecer a qualidade dos seus produtos e serviços industriais, mas também fomentar a promoção da notoriedade das marcas nacionais e disponibilizar informação sobre mercados estrangeiros que oferecem boas perspetivas de negócio.

O crescimento sustentado das exportações da indústria de vestuário e a diversificação dos habituais destinos das exportações, através do estímulo a uma transição para segmentos de mercado de maior valor acrescentado, de venda com marca própria são, assim, objetivos prioritários do projeto FashionUP.pt / Internacional.ModaPortugal. Pretende-se ainda promover a imagem da indústria nacional, contribuir para atenuar a discrepância que (ainda) existe entre a qualidade intrínseca e a qualidade que lhe é internacionalmente reconhecida.

O Projeto

As ações mais comerciais contempladas por este projeto tiveram o seu arranque em janeiro de 2017 e assumem um claro objetivo de posicionar as mais dinâmicas e inovadoras empresas e marcas portuguesas de vestuário nos mais prestigiados espaços de negócio e promoção internacional, tendo em vista o crescimento sustentando das exportações.

 

O projeto desenvolve-se no quadro estratégico da marca global “MODAPORTUGAL”, que se pretende de forte implementação e reconhecimento internacionais, como marca aglutinadora das ações promocionais, onde as empresas portuguesas revelam a excelência da sua capacidade produtiva, mas também o seu dinamismo na criação de marcas próprias com elevado potencial de internacionalização.

Ao abrigo desta marca “umbrella”, têm sido desenvolvidas ações no segmento infantil, o “Kids.ModaPortugal”, materializado na participação em feiras especializadas, como a Pitti Bimbo, a Playtime, a CIFF Kids, a Children’s Club, a Día Mágico e a Dino Mignon. Já os segmentos de private label e o de marcas próprias de homem e senhora foram pela submarca “100%ModaPortugal” em feiras incontornáveis como a Première Vision em Paris, a Sourcing@Magic, Fashion a SVP, a Project, a MRKet, a CIFF e a DadaShow e em fortes ações de caráter promocional, como foi o caso das ações “Showcase.ModaPortugal”.

Estas últimas desenvolvidas num contexto de uma parceria do CENIT e da ANIVEC com a APICCAPS e com a AORP.

Neste sentido, e apenas em matéria de feiras, foram abordados de forma direta 7 mercados internacionais, cinco deles pertencentes à Europa: Espanha, Itália, França, Reino Unido e Dinamarca e dois deles extraeuropeus, a saber: EUA e China. O projeto dá assim particular atenção a mercados maduros (Europa e EUA), consumidores de produtos de moda de qualidade e com poder aquisitivo acima da média ou mesmo alto. Não dispensa, no entanto, uma abordagem direta a um mercado emergente, com uma população cifrada em mais de 1,377 mil milhões de habitantes, em crescimento económico, que funciona como plataforma comercial no âmbito da sua localização geográfica - a China.

Para além da participação em feiras, o projeto prevê ainda a realização de três missões empresariais a mercados com elevado potencial de interesse para o sector e a operacionalização de uma missão comercial inversa.

Este projeto visa também dar o seu contributo para se conseguirem alcançar os grandes objetivos de Portugal para 2020, que são reforçar a competitividade da economia portuguesa e a sua presença no mercado internacional, a fim de se alcançar a necessária mudança estrutural, aumentar a criação de emprego e retomar a dinâmica de convergência com as economias mais avançadas da União Europeia.

 


 

Testemunho 

do Dr. Manuel Lopes Teixeira, CEO do CENIT

O apoio do COMPETE é essencial para a boa prossecução dos objetivos da estratégia do sector do vestuário e moda e, em particular, do projeto, alinhados que estão com as metas preconizadas pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização: estimular a produção de bens transacionáveis e reforçar a qualificação e a orientação exportadora das empresas portuguesas.”

 

Apoio

O projeto promovido pelo CENIT- Centro de Inteligência Têxtil, conta com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito da medida Qualificação e Internacionalização de PME (Projetos Conjuntos - Internacionalização), envolvendo um Investimento elegível de 3,1 milhões de euros o que resultou num Incentivo de 1,7 milhões euros.

06/09/2017 , Por Miguel Freitas