Notícias
TechFur: Desenvolvimento de processos sustentáveis para a obtenção de pelo animal com elevada qualidade e desempenho

Enquadramento

A Cortadoria Nacional do Pêlo S.A., localizada em S. João da Madeira foi criada em 1943 e tem vindo a crescer como uma empresa altamente qualificada na preparação de pelo de coelho, lebre e castor, para a indústria de Chapelaria, Feltro Industrial e Lanifícios. A CORTADORIA é hoje a maior empresa do setor a nível mundial, com 40% de quota de mercado.

A gestão da CORTADORIA tem especial enfoque na liderança tecnológica, inovação e competitividade económica no setor em que opera e no espaço mundial, estabelecendo como prioridade estratégica o crescimento inteligente e sustentável, baseado no conhecimento e inovação que simultaneamente promove uma economia mais eficiente em termos de utilização dos recursos, mais ecológica e mais competitiva.

O Projeto

O projeto TechFur tem como objetivo o desenvolvimento de processos diferenciadores com vista à preparação de pelo animal com elevada qualidade e desempenho, destinado à produção de têxteis feltrados. Concretamente pretende-se atuar ao nível do processo de secretagem e de suflagem do pelo animal, de modo a obter pelo com uma elevada capacidade feltrante e um grau de homogeneidade superior. É conhecido o potencial da tecnologia de ozono aplicada ao processo de secretagem para dotar o pelo de características desejáveis à sua feltragem. No entanto, a industrialização do processo ainda não foi conseguida. O surgimento recente de um equipamento de tratamento com ozono para a área têxtil, que garante o cumprimento das condições de segurança para o ambiente e saúde dos colaboradores, impulsionou a pertinência de explorar a sua aplicabilidade no processamento de pelo animal. Relativamente ao processo de limpeza do pelo (suflagem), existem também evidências que a eliminação eficaz das fibras mais grossas do pelo permite uma melhor feltragem e um menor manchamento nos feltros.

O tratamento de fibras por um processo menos agressivo e mais focado no desempenho final do produto, utilizando uma tecnologia já usada noutros subsectores da indústria têxtil, permitirá aumentar o valor acrescentado dos produtos comercializados pela CORTADORIA. O tratamento oxidativo das fibras com ozono, já testado laboratorialmente, permite além de proporcionar características desejáveis à feltragem do pelo animal, aumentar o grau de branco de pelo animal para feltros claros, podendo constituir uma mais-valia acrescida nestes casos.

Com o TechFur a CORTADORIA disporá de um pelo diferenciado - capacidade feltrante elevada (e maior brancura), maior grau de limpeza e resistência superior a micróbios e traças - que beneficiará a CORTADORIA e os seus clientes, pelos importantes ganhos em qualidade, rentabilidade e produtividade. Adicionalmente, a CORTADORIA pretende ajustar-se às tendências atuais que privilegiam os processos sustentáveis e eco-eficientes, ao explorar tecnologias limpas na promoção do incremento de qualidade ambicionado.

O projeto TechFur  pretende incorporar tecnologias inovadoras no processo produtivo de processamento de pelo animal. Assim, a investigação a empreender no âmbito do projeto terá o seu enfoque em duas etapas fundamentais do processamento do pelo animal: na secretagem, i.e. no tratamento que permite a modificação química das fibras com quebra de ligações dissulfureto, aumentando a sua aptidão para a feltragem; e na suflagem, i.e. na operação em que o pelo é soprado e afastado (aberto) dentro de uma máquina, de tal forma que o mais leve passa à operação seguinte e o mais pesado, com impurezas, é retido e rejeitado.

Definiram-se como objetivos tecnológicos e metas do projeto os seguintes pontos:

  1. Estudo da influência das operações de suflagem no estado de limpeza e qualidade de feltragem do pelo;
  2. Desenvolvimento de um processo de tratamento de pelo animal com ozono (secretagem e branqueamento) efetuando a adaptação de um equipamento usado em processos de acabamento de jeans;
  3. Alteração e otimização do processo de suflagem para obtenção de um pelo mais puro, melhorando o seu estado de limpeza e uniformidade.

A aposta na criação de produtos de qualidade superior baseada na sustentabilidade ecológica é um fator impulsionador para a CORTADORIA identificar continuamente novas oportunidades de crescimento com base na diferenciação. É com este propósito que surge o projeto TechFur, visando a produção sustentável de produtos de qualidade superior assegurando simultaneamente a sustentabilidade ecológica do processo e, como tal, a competitividade e a total adequação ao modelo de economia circular, superando as diretivas Europeias nesse âmbito. Assim, o TechFur visa melhorar o posicionamento da CORTADORIA no mercado mundial de preparação de pelo animal para a indústria de chapelaria através da criação de uma nova linha de produtos de qualidade superior com alto valor acrescentado, capitalizando o investimento realizado e consolidando a sua posição de liderança no sector.

A Parceria

O consórcio do projeto foi definido de modo a englobar o conjunto de competências e conhecimentos necessários e adequados aos desenvolvimentos previstos, fomentando o aproveitamento de complementaridades e sinergias. A CORTADORIA conta com a colaboração de duas entidades do Sistema de I&I, preponderantes para o sucesso do projeto: o CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes e o INEGI - Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial.

O Apoio do COMPETE 2020

O projeto TechFur conta com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do Sistemas de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, envolvendo um investimento elegível de 462 mil euros o que resultou num incentivo FEDER de cerca de 329 mil euros.

23/07/2018 , Por Miguel Freitas
Portugal 2020
COMPETE 2020
Europa