“Ceramics Portugal Does It Better”

Síntese
 
O projeto “Ceramics Portugal Does It Better” tem como objetivo implementar ações de promoção da cerâmica portuguesa em mercados internacionais e os objetivos do projeto serão concretizados através da implementação de um conjunto de atividades, complementares e coerentes, que culminarão com a realização de campanhas de promoção da imagem dos produtos cerâmicos portugueses em três mercados internacionais durante o ano de 2017.

Há necessidade de estabelecer uma segmentação dos vários materiais cerâmicos no contexto dos mercados considerados estratégicos, tendo como objetivo aumentar o conhecimento sobre esses mercados e reposicionar a cerâmica portuguesa em segmentos de maior valor acrescentado. 

Assim, o projeto “Ceramics Portugal Does It Better” tem por objetivo estratégico o reforço da capacitação empresarial das PME da indústria da cerâmica, num contexto de envolvimento dos diversos stakeholders, visando a implementação de ações de internacionalização, de forma sustentada e geradora de riqueza, que conduzam ao aumento das exportações e à penetração em segmentos mais qualificados de procura nos mercados internacionais.
 
Pretende-se aproveitar uma mensagem já criada e testada nos mercados da Suécia e Marrocos, para utilização noutros mercados - nomeadamente, Estados Unidos, Reino Unido e Emiratos Árabes Unidos - por forma a valorizar a produção portuguesa, aumentando o seu reconhecimento internacional e possibilitando a incrementação do seu valor acrescentado. 
 
 
Apoio do COMPETE 2020
 
Com um período de execução compreendido entre 1 de janeiro de 2016 e 31 de dezembro de 2017, o projeto “Ceramics Portugal Does It Better” foi cofinanciado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Apoio a Acções Coletivas (SIAC) e envolveu um investimento elegível de 777 mil euros, correspondendo a um incentivo FEDER de 660 mil euros.
 
Para Albertina Sequeira, Diretora Geral da APICER, «o apoio do COMPETE 2020 a este projeto é essencial para o prestígio e valorização da cerâmica portuguesa, permitindo reforçar a sua notoriedade e promover a imagem coletiva do setor em contextos internacionais».
 
Ponto de Situação 
 
Os objetivos deste projeto serão concretizados através da implementação de um conjunto de atividades, complementares e coerentes, que culminarão com a realização de campanhas de promoção da imagem dos produtos cerâmicos portugueses em três mercados internacionais durante o ano de 2017.
 
  • Atividades
- Produção e edição do Livro “Cerâmica Portuguesa – Tradição e Inovação”
- Estudo “Capacitação da Indústria da Cerâmica Portuguesa: Um Cluster, Uma Estratégia e Mercados Prioritários”
- Conferência “Ceramics Portugal Does It Better”
- Campanhas de promoção da cerâmica portuguesa nos mercados dos Estados Unidos, Reino Unido e Emiratos Árabes Unidos.
 

Conferência

livro “Cerâmica Portuguesa – Tradição e Inovação”

revista Kéramica

 

 

O livro “Cerâmica Portuguesa – Tradição e Inovação” e o Estudo “Capacitação da Indústria da Cerâmica Portuguesa: Um Cluster, Uma Estratégia e Mercados Prioritários” foram apresentados no âmbito da conferência “CERAMICS Portugal Does It Better”, realizada em Coimbra no dia 18 de novembro de 2016.
 
Este evento, que assinalou os 20 anos de atividade da APICER, contou com a presença de mais de uma centena de participantes em representação das principais empresas nacionais da indústria cerâmica, organismos de apoio ao setor, administração pública e associações congéneres. Esta iniciativa contou também com a presença e intervenção do Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.
 
Tendo em vista assegurar uma adequada divulgação e disseminação destes documentos, os mesmos encontram-se disponíveis no site da APICER e podem também ser consultados na plataforma digital ISSUU, através dos seguintes links: 
 
As restantes atividades do projeto serão desenvolvidas durante o ano de 2017, com a presença em três certames internacionais de referência, com o objetivo de promover a cerâmica portuguesa, através da mensagem chave “Ceramics Portugal Does It Better”.
 
A primeira destas participações teve lugar na NeoCon (Chicago – Estados Unidos) entre os dias 12 e 14 de junho de 2017.
 
A presença nesta feira contou com uma forte componente de comunicação digital com entradas/posts informativos – em especial LinkedIn, Facebook, Twitter; Comunicação nos canais oficiais da NeoCon com aprimoramento do perfil no site oficial, publicação de Press Oficial, resposta a solicitações / contactos externos para envio de notas informativas e imagens.
 
Foram ainda elaborados diversos materiais gráficos e de comunicação para o Stand e materiais de comunicação, a saber:
 
- Notas de Imprensa (em Português e Inglês)
- Dossier de Imprensa / Jornal Informativo Ceramics Portugal Does It Better
- Pens com livro digital + Pens com Dossier de imprensa
- Registo fotográfico
- Produção de vídeo
 
As restantes campanhas de promoção da cerâmica portuguesa em mercados internacionais serão concretizadas com a presença da APICER nas feiras “100% Design” (Londres, 20 a 23 de setembro de 2017) e “Big 5” (Dubai, 26 a 29 de novembro de 2017).
 
Resultados esperados
 
As atividades contempladas no projeto "Ceramics Portugal Does It Better" dão resposta aos fatores críticos identificados e justificam-se em termos de estratégia coletiva que visa transmitir uma imagem de qualidade e de inovação da cerâmica portuguesa nos mercados internacionais, contribuindo para incrementar a notoriedade da nossa cerâmica, proporcionar às nossas PME um conhecimento mais aprofundado e seletivo dos mercados e respetivos segmentos e, ainda que indiretamente, o aumento das suas exportações. 
 
A revisão do posicionamento das nossas exportações em segmentos de procura mais qualificada e com maior valor acrescentado, contribuirá para a modernização e inovação das empresas e dos processos, num contexto de internacionalização, proporcionando ainda as condições favoráveis a um crescimento sustentado da economia nas regiões de maior concentração deste tipo de atividades, pela geração de riqueza e empregos qualificados. 
 
O projeto também induzirá impacto na economia nacional, na medida em que poderá provocar um efeito de arrastamento ao nível de outros sectores da indústria em Portugal, nomeadamente da fileira dos materiais de construção e do habitat, pelo efeito de ações de divulgação e demonstração e disseminação previstas no projeto, suscitando nesses sectores a adoção de idênticas metodologias.
 
Links
 

04/07/2017 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
União Europeia