Notícias
Projeto Júpiter: a aposta da Sakthi Portugal no sector dos componentes de segurança crítica em ferro nodular para automóveis

Cofinanciado pelo COMPETE 2020, o projeto visa criar em Portugal uma unidade industrial para produzir componentes de segurança crítica de ferro nodular para automóveis, através de um processo inovador a nível mundial. Tal permitirá apresentar uma solução mais competitiva, assente na adoção de métodos de produção inovadores, a criação de mais de uma centena de Postos de Trabalho, bem como o aumento da capacidade produtiva do grupo.

 

1. Síntese

Promovido pela Sakthi Portugal, o projeto Júpiter tem como objetivo central a criação, em em Águeda, de uma nova unidade industrial autónoma para a produção de componentes de segurança crítica (sistemas de travão, direção, suspensão e motor) de ferro nodular para automóveis através de um processo até agora inexistente no nosso país, inovador a nível mundial. Esta nova unidade permitirá apresentar uma solução mais competitiva, assente na adoção de métodos de produção inovadores, bem como o aumento da capacidade produtiva do grupo Sakthi Portugal, que é condição para que o grupo possa continuar a crescer organicamente. 

Numa primeira fase, a nova unidade produtiva de Águeda terá uma capacidade prevista de 25.000 toneladas/ano e incorpora, ao mesmo tempo, um grau de inovação de processo “best-in-class” de nível internacional. O facto desta nova unidade ser criada de raiz com conceitos e uma filosofia inovadora e disruptiva, que integram, desde a organização e coordenação produtiva, os próprios processos de fabrico, os modelos preditivos e de controlo de produção utilizados e os componentes e sistemas que serão produzidos, permitirá posicioná-la, como uma unidade líder e única no sector dos componentes de segurança crítica em ferro nodular para automóveis. 

Este investimento tem impacto na criação de emprego, estando prevista a criação de 135 novos postos de trabalho, dos quais 40 altamente qualificados. Este projeto tem ainda impactos significativos não só no desenvolvimento e dinamização de um cluster automóvel na região, mas também no efeito de arrastamento sobre outras empresas portuguesas localizadas na região, decorrente da aquisição de matérias-primas, subsidiárias e serviços, com consequência na criação de postos de trabalho indiretos e na inovação dos seus produtos e processos. O projeto terá impacto nas exportações dado que os produtos fabricados pela unidade industrial da Sakthi Portugal destinam-se, na sua quase totalidade, ao mercado externo, produção exportada para a Alemanha, Espanha, Eslováquia, Reino Unido e República Checa.

O projeto de inovação produtiva a realizar permitirá promover a inovação no sector de componentes de segurança crítica em ferro nodular para a indústria automóvel, bem como no país, pela via da introdução de novos processos com características diferenciadoras a nível nacional e internacional, suportando assim a progressão do Grupo Sakthi , na cadeia de valor do sector em apreço, o reforço do seu posicionamento, a expansão da sua capacidade e o aumento da sua competitividade nos mercados nacional e internacionais.

 

2. Apoio do COMPETE 2020

O projeto Júpiter é cofinanciado pelo COMPETE 2020 no âmbito do âmbito do Sistema de Incentivos à Inovação, com um investimento elegível de 35,2 milhões de euros, correspondendo a um incentivo FEDER de 10,6 milhões de euros. 

 

3. Links

Sakthi Portugal 

Website 

Linkedin 

 

26/07/2018 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
Europa
União Europeia