Notícias
Poli Entrepreneurship Innovation Network (PIN)

A maior rede de empreendedorismo nacional no ensino superior politécnico, concebida com o objetivo de promover a cultura empreendedora, motivando o desenvolvimento da criatividade e ideias inovadoras.

 

Enquadramento

O projeto Poli Entrepreneurship Innovation Network (PIN) surge da parceria politécnica, no âmbito da promoção do empreendedorismo e do espirito empresarial. A iniciativa surge com um projeto agregador e exemplar de cooperação conjunta entre as instituições politécnicas nacionais.

A parceria desenvolveu-se de forma concertada e progressiva, através da divulgação dos objetivos e metodologia do projeto e da adesão das diferentes instituições politécnicas ao mesmo, contando à presente data com 12 edições já realizadas.

Hoje, este projeto é considerado como chave pelo Conselho Superior de Coordenação dos Institutos Politécnicos, tratando-se de um exemplo de cooperação e interação institucional. A parceria assenta numa coordenação anual rotativa entre as instituições parceiras, cumprindo uma estrutura metodológica definida e um regulamento específico de funcionamento transversal, muito embora em cada instituição sejam desenvolvidas dinâmicas locais adicionais de reforço à implementação da metodologia.

 

Projeto

O projeto PIN pretende promover o empreendedorismo de vertente empresarial na rede politécnica de modo a que seja possível oferecer um apoio a empreendedores, facilitando o processo de implementação dos seus negócios, contribuindo para o aumento das suas competências, de modo a que se reflita no seu emprego ou na criação do autoemprego, inovação e sucesso empresarial. Ao mesmo tempo, o PIN requalificará a rede enquanto estrutura de modo a ser mais efetiva nas ações e atividades que desempenha, trabalhando dentro do ecossistema empreendedor, fortalecendo e promovendo novas parcerias.

O PIN tem a mais-valia de congregar os esforços no âmbito da promoção e desenvolvimento de competências empreendedoras de vertente empresarial e, através das atividades e ferramentas propostas e a desenvolver, alavancar o trabalho já desenvolvido, melhorando-o e abrindo-a a novos públicos, fazendo crescer o impacto e os resultados obtidos. Daí que, mais do que uma metodologia de educação para o empreendedorismo e um concurso de projetos de negócio, o PIN propõe-se ser uma plataforma de interface entre sistema politécnico e empreendedores que permita desenvolver o apoio de coaching, mentoring e de facilitação que é necessário para o desenvolvimento de ideias, de soluções inovadoras, de planos de negócio e de criação de empresas e/ou registo de propriedade industrial comercializável.

Aproveitando o compromisso de expansão de boas práticas da rede politécnica para o empreendedorismo com os nossos congéneres polacos, o PIN pretende desenvolver, ainda, uma componente de internacionalização da promoção do empreendedorismo, incentivando as equipas empreendedoras e os seus projetos de criação de negócio a integrarem as suas ideias e inovações em diferentes mercados, partilhando conhecimentos e experiências com colegas estrangeiros.

Desta forma e através de contactos e de colaboração entre as diferentes instituições, o PIN irá permitir que alguns dos projetos com maior potencial exportador e/ou com maior necessidade de benchmarking de boas práticas, se integrem em instituições estrangeiras de modo a absorverem as práticas tecnológicas e de mercado e potenciem os seus projetos, tornando-os mais competitivos.

O Projeto PIN pretende atingir os seguintes objetivos estratégicos:

  1. Sedimentar-se como projeto estruturante de suporte ao empreendedorismo, inovação e criação de empresas, enquanto rede politécnica e correspondente posicionamento educativo;
  2. Inovar em metodologias e tecnologias de promoção do empreendedorismo, facilitando a sua aprendizagem, motivação e aquisição de competências;
  3. Dinamizar o ecossistema do empreendedorismo em termos nacionais e internacionais, envolvendo outras entidades desse ecossistema.

 

Concurso

O concurso PIN de projetos de negócio de vocação empresarial será desenvolvido no seio das diferentes instituições politécnicas através da metodologia das Oficinas E e E2 utilizando a plataforma de modo a concretizar os objetivos de uniformização e equilíbrio de capacidades das ações desenvolvidas, dinamização em rede das ações e utilizando de metodologia inovadora de ensino-aprendizagem.

Este concurso terá uma vertente regional atribuindo 3 prémios aos três projetos de negócio mais bem classificados, e um concurso nacional que é composto pelo projeto ganhador em termos regionais do qual sairão, também três projetos de negócio premiados. Haverá ainda uma componente internacional de apresentação de projetos dos vencedores dos países envolvidos no PIN.

 

Entidades envolvidas

1 - INSTITUTO POLITECNICO DA GUARDA

2 - INSTITUTO POLITECNICO DE BRAGANÇA

3 - INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA

4 - INSTITUTO POLITECNICO DE BEJA

5 - INSTITUTO POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO

6 - INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E DO AVE

7 - INSTITUTO POLITECNICO DE COIMBRA

8 - INSTITUTO POLITECNICO DE PORTALEGRE

9 - INSTITUTO POLITÉCNICO SANTARÉM

10 - INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR

11 - INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO

12 - INSTITUTO POLITECNICO DE VISEU

13 - ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA

 

Apoio

O projeto PIN conta com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Apoio a Acções Coletivas (SIAC) vertente da Promoção do Espírito Empresarial, envolvendo um Investimento elegível de 743 mil euros o que resultou num Incentivo FEDER de 631 mil euros.

 

Informações de interesse

Site | http://pin.poliempreende.innovtek.net/

 

29/08/2017 , Por Célia Pinto