Notícias
MobiWise: da sensorização móvel à recomendação de mobilidade

Promovido pelo Instituto de Telecomunicações, o projeto MobiWise irá criar uma plataforma 5G que incorporará uma infraestrutura de acesso, com sensores, pessoas e veículos, com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana, tanto para os seus habitantes como para visitantes. 

 

1. Síntese

Em declarações ao COMPETE 2020, a investigadora principal do projeto MobiWise, Susana Sargento, Professora Associada com Agregação na Universidade de Aveiro e Investigadora Sénior no Instituto de Telecomunicações, sintetiza o âmbito e os resultados esperados, bem como a importância do apoio do COMPETE 2020 no âmbito deste projeto.

 

 

 

 

“O incentivo financeiro atribuído pelo COMPETE 2020 para a realização deste projeto vai permitir criar uma plataforma 5G para cidades inteligentes, desde a infraestrutura física e sensorização inteligente até às aplicações para os cidadãos. Os resultados do projeto serão testados em ambientes reais de larga escala, tanto no Porto na área da mobilidade ecológica, como em Aveiro na área da condução automóvel, prevenção e deteção de acidentes, podendo depois ser transportados para outras cidades. O teste da plataforma 5G envolvendo utilizadores reais permitirá construir uma sinergia completa entre a investigação e as necessidades das populações, possibilitando aliar a investigação à inovação”.

 

2. Sobre o projeto 

2.1 Âmbito

O MobiWise irá construir uma plataforma 5G que incorporará uma infraestrutura de acesso, com sensores, pessoas e veículos, com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana, tanto para os seus habitantes como para visitantes. 

O projeto interligará sensores, pessoas e veículos, e irá usar toda a informação possível para melhorar a mobilidade dos seus utentes, através de uma rede completa e de uma plataforma de serviços de suporte à implantação da Internet das Coisas numa cidade inteligente. 

Serviços específicos incluirão o eco-encaminhamento urbano, o qual requer a obtenção de dados de smartphones, sensores e transportes para escolher os melhores caminhos na cidade, tanto para residentes e trabalhadores com reuniões em diversos locais da cidade, como para turistas. Anteriormente um dos membros do MobiWise (IT) implantou no Porto a BusNet - uma rede veicular urbana com 608 nós, única a nível mundial, a UrbanSense - uma rede de sensores ambientais com 75 nós, e a SenseMyCity - uma plataforma constituída por telemóveis de voluntários que recolhem dados geo-indexados relativos à circulação dos seus utilizadores pela cidade. 

O MobiWise irá estudar e integrar diferentes tipos de tecnologias e redes numa mesma infraestrutura com suporte a mobilidade, serviços e aplicações facultados através de uma nuvem distribuída, sendo explorada a virtualização via SDN e a gestão dinâmica de informação, recursos e serviços. Tanto a rede como os dados recolhidos serão protegidos. A representação e análise de dados massivos será vital para os serviços e aplicações nos pilotos reais, os quais irão analisar múltiplos indicadores para propor rotas mais ecológicas. 

 

2.2 Instituições participantes

Os membros UC (Universidade de Coimbra) e IT (Instituto de Telecomunicações) têm grande experiência e trabalho anterior na área da computação em nuvem com mobilidade e redes definidas por software (SDN), assim como gestão de dados. Finalmente, a experiência do TEMA relativamente a impactos de sistemas de transporte (congestionamento, consumo, emissões) será muito relevante para avaliar o impacto global da plataforma. 

 

2.3 Resultados Esperados

O projeto irá usar e melhorar uma plataforma que já é atualmente única ao nível mundial e irá ter um impacto social relevante, melhorando o ambiente urbano e a qualidade de vida dos seus cidadãos. A plataforma final irá inovar nos domínios da tecnologia, demonstração e aplicações, nos quais já estão identificados vários interlocutores interessados (empresas e municípios): produtos relacionados com tecnologias de redes de acesso e de core, processamento e mining de dados e as aplicações desenvolvidas. Estes produtos concretizarão aplicações para as cidades inteligentes e irão manter instituições e empresas envolvidas na linha da frente da investigação e da exploração tecnológica. Mais ainda, pretende-se levar esta linha de ação a outras cidades, havendo já contactos com Aveiro e Águeda e, no estrangeiro, em S. Francisco, Barcelona e Singapura.

 

3. Apoio do COMPETE 2020

O projeto “MobiWise: da sensorização móvel à recomendação de mobilidade” contou com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do SAICT - Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica, envolvendo um investimento elegível de cerca de 2, 3 milhões de euros, o que resultou num incentivo FEDER de cerca de 2 milhões de euros.

 

4. Links úteis

Ficha do projeto MobiWise 

Website do Instituto de Telecomunicações 

Website da Universidade de Coimbra 

Website da Universidade de Aveiro 

11/06/2018 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
Europa