Notícias
FunctionalTuna: Ramirez inova e lança conservas de atum funcionais

A conserveira mais antiga do mundo em laboração aposta em alimentos funcionais ao desenvolver uma conserva de atum que permite dar uma resposta fisiológica na proteção cardiovascular.

 

Síntese

Cofinanciado pelo COMPETE 2020, o FunctionalTuna é um projeto centrado no desenvolvimento de conservas de atum funcionais inovadoras. Incorporando um conjunto de ingredientes (ácidos gordos ómega-3 ou outros) em quantidades suficientes para permitir uma resposta fisiológica, estas novas conservas deverão ter um impacto na proteção da doença cardiovascular.

O projeto Functional Tuna é promovido por um consórcio constituído pela Ramirez, pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica (ESB) e pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

Para Margarida Lopes, responsável do Departamento de Qualidade da Ramirez, «o COMPETE 2020 tem sido o catalisador que permite ao consórcio concretizar o planeamento, a gestão de recursos e a operacionalização necessários para o desenvolvimento de uma conserva de atum funcional, cujo consumo promova claros benefícios para a saúde cardiovascular.» 

 

O projeto FunctionalTuna: Desenvolvimento de conservas de atum funcionais

O projeto FunctionalTuna visa o desenvolvimento de uma conserva de atum que contenha um conjunto de ingredientes (ácidos gordos ómega-3 ou outros) em quantidade suficiente para permitir uma resposta fisiológica na proteção cardiovascular, permitindo a sua classificação como um alimento funcional. 

Este novo produto destina-se a consumidores que demonstram uma particular preocupação com questões relacionadas com a manutenção da saúde e com a redução do risco de doenças, indo ao encontro das principais e mais recentes tendências de mercado ao nível dos alimentos funcionais. 

No sentido de atingir os objetivos e características inovadoras a que o projeto se propõe, o consórcio estabeleceu uma metodologia que comporta atividades de investigação e desenvolvimento industrial, contando para tal com uma equipa de 13 pessoas.

 

Apoio do COMPETE 2020

> Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico

Apoiado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à I&DT, na vertente de co-promoção, o projeto FunctionalTuna envolveu um investimento elegível de 479 mil euros e um incentivo FEDER de 336 mil euros. 

> Consórcio

Este projeto é promovido pelo consórcio constituído pela Ramirez, pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica (ESB) e pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

 

Links

Ramirez 

Website

Facebook

Twitter

Site do projeto Functionaltuna

Universidade Católica Portuguesa

Universidade do Porto

CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde

G4 – ProNutri  

ANI – Agência Nacional de Inovação

26/10/2017 , Por Cátia Silva Pinto
Portugal 2020
COMPETE 2020
Europa
Agroalimentar