Notícias
AgriEmpreende

O Projeto e os seus Objetivos

O projeto AgriEmpreende, promovido pela Animaforum - Associação para o Desenvolvimento da Agro-Indústria(Agrocluster) em parceria com a Inovcluster - Associação do Cluster Agro-Industrial do Centro atua num domínio crítico para o desenvolvimento do país, nomeadamente o apoio ao Empreendedorismo qualificado e criativo e à criação e aceleração de novas empresas no setor Agroalimentar nas regiões Centro e Alentejo. 

É objetivo do AgriEmpreende criar e dinamizar uma estrutura técnica, de gestão e tecnológica de apoio ao empreendedorismo que potencie a geração de novas ideias de negócio, a criação de novos produtos e a concretização de novas empresas na fileira agroalimentar ou outras, especialmente em empreendedorismo qualificado e criativo.

O projeto está orientado para potenciar e apoiar o aparecimento de startups e acelerar o crescimento de empresas com perfil exportador em setores intensivos em conhecimento ou tecnologia e/ou dos setores cultural e criativo.

A estratégia definida para a implementação do projeto assenta no reforço de um ecossistema de apoio ao empreendedorismo que, suportado nas infraestruturas, no conhecimento e nas vantagens competitivas das regiões, potencie o aparecimento de novas empresas e o crescimento mais rápido e sustentado de startups de empreendedorismo qualificado e criativo.

Neste sentido, a implementação do projeto permitirá:

- Fomentar o empreendedorismo inovador e criativo junto dos jovens qualificados oriundos das universidades e dos institutos politécnicos das regiões Centro e Alentejo;

- Utilizar exemplos de boas práticas, inovadoras e criativas registadas a nível internacional para impulsionar e mobilizar para a inovação e o empreendedorismo;

- Explorar as características distintivas das regiões para atrair e desenvolver novas iniciativas empresariais focadas na exploração dessas características;

- Valorizar e premiar casos de sucesso para motivar o empreendedorismo e criação de novas empresas, sobretudo em empreendedorismo qualificado e criativo;

- Apoiar novas empresas (com menos de 2 anos) numa lógica de aceleração do negócio, sobretudo em empreendedorismo qualificado e criativo;

- Apostar na geração de spin-offs nos setores mais competitivos das regiões Centro e Alentejo.

 

Atividades

As ações do projeto estão organizadas em três fases. A primeira fase pretende a produção e disponibilização de conhecimento, através de uma plataforma online para o apoio ao empreendedorismo e de um programa de dinamização de sessões de cocriação nas infraestruturas de incubação. Assim, o objetivo operacional traduz-se em disponibilizar e dinamizar uma ferramenta online, com conhecimentos sobre bens e negócios inovadores, apresentação e análise de tendências inovadoras do setor agroalimentar a nível mundial e a realização de sessões de cocriação que potencie o desenvolvimento de ideias de negócios inovadores e competitivos para os mercados internacionais.

Na segunda fase será criada e dinamizada um sistema de comunicação orientada em temas de empreendedorismo qualificado e criativo e B2B em suporte vídeo, disponibilizada em ambiente Web que estimule a interação efetiva e eficaz entre os vários atores do ecossistema de empreendedorismo e destes com as empresas e empreendedores. Nesta fase o objetivo operacional traduz-se em criar um canal do projeto que permita uma comunicação por vídeo email entre os vários agentes do ecossistema do empreendedorismo permitindo a disseminação de conhecimento inovador e a apresentação de ideias pelos empreendedores com possibilidade de feedback.

Pretende-se na terceira fase do projeto motivar e capacitar públicos-alvo selecionados para a inovação e o empreendedorismo qualificado e criativo através de ações dinâmicas com vista à identificação e validação de ideias de negócios, mentoring e coaching para novos empreendedores, implementação de programas de aceleração do crescimento das novas empresas, assistência técnica e científica à validação de produtos e conceitos para novas ideias de negócio e apoio técnico e de gestão para acesso a financiamento dessas ideias de negócio. É objetivo operacional desta fase envolver, motivar e capacitar empreendedores para a criação /desenvolvimento e validação de ideias de negócio e para a criação de novas empresas com base em empreendedorismo qualificado e criativo na fileira agroalimentar.

As empresas alvo do projeto são maioritariamente pequenas e microempresas, com capacidade produtiva adequada e facilmente replicável e adaptável às exigências do mercado mas com dificuldade de crescimento na fase inicial e elevada mortalidade nos primeiros anos de atividade. O plano está orientado para a capacitação dos empreendedores e das novas PME para a inovação nos seus modelos de negócios, para o reforço da capacidade competitiva internacional e para o reforço das práticas colaborativas entre empresas que potenciem uma efetiva representatividade setorial e multi-regional visando a eficiência coletiva e o aumento de produtividade e competitividade das empresas para atuação no mercado internacional.

Testemunho de Ana Pompeu, responsável pelo projeto:

“O projeto AgriEmpreende compreende um conjunto de atividades que, recorrendo a metodologias inovadoras, pretendem constituir um verdadeiro incentivo à promoção do empreendedorismo qualificado e criativo e do espírito empresarial nas regiões em que entrevimos (Agrocluster e Inovcluster).

O apoio do COMPETE 2020 tornou-se essencial para garantirmos o apoio na criação de novas empresas qualificadas e inovadoras. Sem este apoio, ser-nos-ia mais difícil realizar, com este nível de profundidade, algumas das ações que consideramos uma mais-valia para os empreendedores.

Para o Agrocluster e Inovcluster o contributo do COMPETE 2020 foi decisivo para que este projeto se tornasse uma realidade.”

 

A Parceria

O projeto é promovido pela ANIMAFORUM (Agrocluster) em parceria com o Inovcluster, que são entidades com larga experiência no apoio a PME, com serviços permanentes de apoio a empreendedores e a PME nas suas várias áreas de atuação e com uma alargada rede de parceiros a nível regional, nacional e internacional.

Apoio do COMPETE 2020

O projeto conta com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas, envolvendo um investimento elegível de 986 mil euros o que resultou num incentivo FEDER de 838 mil euros.

09/01/2018 , Por Miguel Freitas