Notícias
MicroBioWine

Projeto único e inovador que estudará o impacto da inovação nos processos vitivinícolas nos consórcios microbianos e a sua importância na produção de vinhos diferenciados.

 

Enquadramento

O sector vitivinícola desempenha um papel fundamental na economia Portuguesa, sendo o quinto maior produtor de vinho na Europa. Portugal é reconhecido pela qualidade e distinção dos seus vinhos. Por este motivo, os produtores de vinho estão constantemente à procura de técnicas inovadoras para se diferenciar e melhorar a qualidade do vinho.

Ciente da necessidade de inovar, e cumprindo toda uma estratégia assente na sustentabilidade ambiental, a Herdade da Malhadinha Nova procura com este projeto encontrar formas de se diferenciar e inovar nos processos produtivos vitícolas e enológicos, de forma a produzir novos produtos de valor acrescentado e de grande qualidade comercial.

Será ainda estudado e avaliado diferentes processos enológicos com o potencial de produção de vinhos biológicos diferenciados uma vez que se trata de uma área pouco explorada, muito embora Portugal possua características únicas para o fazer.

 

Projeto

O MicroBioWines tem como objetivo caracterizar profundamente os microorganismos (Microbial Genetic Resources, MGRs) apresentando-se, assim, como um projeto único e inovador, do ponto de vista microbiológico, com forte impacto nos processos vitivinícolas presentes, quer na vinha quer nas fermentações em adega.

Só com este conhecimento será possível perceber como é que as alterações nas práticas vitivinícolas impactam o microbioma, e desta forma avaliar as suas reais consequências quer no equilíbrio microbiano nas vinhas, quer na qualidade do produto final.

Estes conhecimentos são de relevância extrema, para que num futuro de médio-curto prazo seja possível a conversão de um sistema em modo de proteção integrada para uma de produção biológica.

 

Apoio

O MicroBioWines é um projeto multi Programa Operacional, sendo que, neste caso concreto é cofinanciado pelo COMPETE 2020 e pelo CRESC Algarve 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico na vertente de Co-promoção, com um Investimento elegível de 650 mil euros o que resultou num Incentivo FEDER de 414 mil euros.

 

Consórcio

Para a concretização do MicroBioWines, a investigadora principal Doutora Margaret Soares, criou um consórcio, entre uma PME, a Herdade da Malhadinha Nova, e dois centros de investigação o Centro de Investigação em Biomedicina da Universidade do Algarve e o Biocant. Ambas as entidades possuem uma vasta experiência nas áreas relevantes do projeto.

 

Herdade da Malhadinha Nova

A Herdade da Malhadinha Nova (HMN) é uma propriedade tipicamente alentejana que se dedica à produção de vinhos de elevada qualidade e à criação de animais de raças autóctones (vaca de raça alentejana e porco preto alentejano) em total harmonia com a natureza e rigoroso regime de proteção com denominação de origem protegida (DOP).

Fruto de uma paixão, a Malhadinha Nova está situada em Albernoa no coração do Alentejo, assiste desde 1998 à transformação de terras há muito abandonadas em solos capazes de dar vida a produtos genuinamente alentejanos.

Universidade do Algarve

Criada em 1979, a Universidade do Algarve (UAlg) é a instituição de Ensino Superior de referência do sul de Portugal, sendo reconhecida pela excelência da investigação, pela qualidade do ensino e pelas relações estreitas que estabelece com a sociedade.

O contributo científico da Universidade do Algarve desenvolve-se em torno de quatro áreas âncora principais: Mar, Saúde, Alimentação e Bem-Estar, Artes e Património e Turismo, que agregam todos os trabalhos de investigação com o objetivo de transformar as ideias inovadoras em produtos e serviços que contribuam para a excelência da Universidade do Algarve. Nas suas faculdades e apoiada pelas atividades letivas, a Universidade do Algarve tem centros de investigação em vários campos científicos como as ciências do mar, a biomedicina, a eletrónica, a química, as artes e comunicação e as ciências sociais.

Biocant

O Biocant alia a competência científica de excelência do centro de I&D à promoção do bio empreendedorismo e do crescimento económico na área das biociências e constitui-se como o primeiro parque tecnológico português especializado em Biotecnologia.

Esta associação tem como principais objetivos criar produtos e serviços inovadores em Biotecnologia de relevância para as áreas de Saúde, Farmacêutica, Energia e Agroalimentar; promover a investigação e desenvolvimento de tecnologia (I&DT) em consórcio com empresas nacionais e estrangeiras, e contribuir para a criação de um cluster de Biotecnologia na região Centro do País.

13/12/2016 , Por Célia Pinto